Os campistas Pedro Mendes e Luiza Valerio participaram no início deste mês da maratona de programação “Hackathon” e ganharam na categoria solução inovadora e funcional ao criarem a plataforma colaborativa online “Alirou”. O evento ocorreu na Nave do Conhecimento, no Rio de Janeiro.

Alexandre Werneck, do Rio de Janeiro, e Jesiel Conceição, de Florianópolis, completaram o time vencedor que recebeu como premiação um convite da OpenStack para participar do Summit (evento que resume os acontecimentos envolvendo a empresa OpenStack) que acontecerá em Vancouver – Canadá entre os dias 21 e 24 de maio de 2018. Lá, o grupo receberá uma menção honrosa de solução inovadora utilizando fortemente os recursos da empresa com intenção social.

Segundo Pedro Mendes, este ano a prefeitura do Rio de Janeiro apresentou desafios no que tange os problemas vividos pelas pessoas.  O objetivo dos participantes era desenvolver uma solução tecnológica para um dos desafios apresentados desde que se encaixasse no perfil de cidades inteligentes. Daí surgiu o “Alirou”.

“A Alirou é uma plataforma colaborativa online onde as pessoas que utilizam acessibilidade vão compartilhar momentos de bom atendimento e marcar os locais para que outras saibam onde podem ser bem atendidas. Serão encontrados na “Alirou”, comentários, fotos e quais tipos de acessibilidade os lugares oferecem, indo de vagas especiais e banheiros adaptados até a material em libra e braile”, ressaltou.

Pedro Mendes também explicou o surgimento do nome da plataforma.

“Aliro em esperanto significa acesso. Porém, por causa de patente e nomes existentes, resolvemos seguir por “Alirou”, e devido a sonoridade, que se assemelha a “A Little” que em inglês significa “um pequeno”, gostamos do pensamento que um pequeno gesto pode ter um grande impacto”, disse.

Futuro –  O time desenvolveu uma marca e uma paleta de cores pensando no deficiente visual (pouca visão) com material em alto contraste e o material impresso já contando com o braile. Ainda segundo Pedro, o grupo recebeu propostas do Sebrae e da prefeitura do Rio de Janeiro para levarem a ideia adiante. “Ambos dispostos a ajudar, vamos marcar uma reunião”, finalizou.

Por Redação

 

COMENTE COM SEU FACEBOOK