O juiz Ralph Manhães manteve o afastamento do presidente regional do PR, Anthony Garotinho, e do nacional, Antônio Carlos Rodrigues, de seus cargos. O afastamento foi estabelecido na decisão que levou os dois e outras seis pessoas à cadeia, em novembro.

Com isso, “qualquer ato praticado pelos referidos réus na condição de presidente do partido a que pertencem será considerado como descumprimento de ordem judicial, sujeitando-se aqueles, portanto, à imposição de medidas mais rígidas”.

Fonte: Na Curva do Rio/Folha 1

COMENTE COM SEU FACEBOOK