Dentro da proposta de investir em uma nova Saúde para a população, a Prefeitura de Campos está convocando 131 novos médicos aprovados em concurso público. A convocação – publicada no Suplemento do Diário Oficial do Município de 8 de junho – tem o objetivo de recompor os quadros da administração pública diante da aposentadoria de servidores nos últimos quatro anos. Com a decisão, o município também cumpre os princípios da igualdade, impessoalidade e eficiência na Administração Pública, previstos pela Constituição Federal de 1988.

Os profissionais vão atuar nas Unidades Pré-Hospitalares em regime de plantão 24 horas. Alguns também atuarão no serviço ambulatorial. As vagas são para as seguintes especialidades: clínica médica (50), pediatria (36), angiologia (2), cardiologia (5), dermatologia (1), medicina do trabalho (1), endocrinologia (2), genética (1), geriatria (1), ginecologia/obstetrícia (19), infectologia (2), mastologia (1), neuropediatria (1), oftalmologia (2), proctologia (1), psiquiatria (4) e reumatologia (2).

— Este é mais um importante passo para sanarmos as carências na área de Saúde, que, sabemos, ainda não está do jeito que nós gostaríamos. Mas, mesmo diante das dificuldades, seguimos avançando. Ter a oportunidade de chamar estes concursados é poder oferecer serviços de mais qualidade para nossa população, garantindo mais médicos em nossa rede — destacou o prefeito Rafael Diniz.

De acordo com o vice-presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Dante Pinto Lucas, esta é mais uma conquista do governo que irá cobrir uma lacuna que há anos era suprida por profissionais temporários. “Com os novos profissionais, teremos capacidade para aprimorar um sistema de emergência para atender à necessidade real do município e, com isso, tirar a sobrecarga do Hospital Geral de Guarus e do Hospital Ferreira Machado”.

Segundo o procurador geral do Município, José Paes Neto, a prefeitura está analisando a possibilidade de outras convocações, mas sempre levando em consideração os limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal para o gasto com o funcionalismo. “Houve a possibilidade de convocação dos médicos pelo fato de estarmos fazendo a recomposição dos quadros e cumprindo determinações judiciais sobre a necessidade de regularização dos prestadores de serviço em regime de Recibo de Pagamento Autônomo (RPA)”, observou.

De acordo com o secretário municipal de Gestão Pública, André Oliveira, os candidatos farão entrevista nos dias 13, 14 e 15 de junho. Paralelamente, já deverão realizar os exames médicos previstos no edital, que deverão ser entregues entre os dias 18 e 20 de junho.

Fonte: SupCom

COMENTE COM SEU FACEBOOK