O programa intersetorial Saúde na Escola (PSE), das secretarias de Saúde e Educação, inicia nesta quinta-feira (14), às 9h, suas ações de 2019. O primeiro encontro vai acontecer no auditório da Escola 29 de Maio, com a abordagem do projeto Direito Sexual e Reprodutivo, em alusão a Semana Nacional de Prevenção à Gravidez na Adolescência.

— Já realizamos reuniões com a equipe para traçar o cronograma de atividades deste ano. Nesta primeira ação, faremos também a implantação da Caderneta do Adolescente, e abordaremos com os alunos do 7 ao 9 ano, na faixa etária entre 12 e 15 anos, temas como a prevenção às Infecções sexualmente transmissíveis (IST) e o Planejamento Familiar — explica a coordenadora do PSE, Cátia Melo.

O PSE entregou 821 Cadernetas do Adolescente no segundo semestre de 2018, por meio do projeto “Direito sexual e reprodutivo para adolescentes: o tempo desejável para engravidar”, uma importante parceria com o Programa de Atenção Integral à Saúde da Criança, da Mulher e do Adolescente (Paismca) da secretaria municipal de Saúde (SMS).

Retomado em julho de 2017 e alcançando as metas para o biênio apenas seis meses depois, o Programa Saúde na Escola foi ampliado para abranger neste ciclo de ações, 85 unidades escolares — 35% de toda a rede municipal de ensino. Recentemente, o Ministério da Saúde anunciou o aporte de verba no valor de R$128 mil pelo cumprimento dos 12 objetivos estabelecidos.

Fonte: SupCom

COMENTE COM SEU FACEBOOK