Após dois dias de atividades itinerantes, o Programa Saúde na Escola (PSE) encerrou na manhã desta terça-feira (15) a sua semana com um evento voltado aos servidores da Educação, na sede da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Smece). Os trabalhadores puderam aferir pressão arterial, tomar uma dose da vacina contra gripe, testar a glicemia, fazer avaliação antropométrica (relação peso-altura), além de adquirir informações sobre prevenção de doenças e conhecer alguns projetos do programa.

De acordo com Cátia Mello, coordenadora do PSE, a Semana Saúde na Escola aconteceu a cerca de temas de mobilização nacional, com o intuito de sensibilizar a comunidade para a importância das boas condições de saúde no desenvolvimento pleno do educando.

— O objetivo principal do evento é iniciar mobilização sobre temas prioritários de saúde a serem trabalhados ao longo do ano letivo nas escolas. Este ano, o tema abordado será “Enfrentamento ao excesso de peso e obesidade infantil e a importância da utilização da Caderneta de Saúde da Criança — destaca Cátia.

A servidora Fabiana Valadares aprovou a iniciativa e aproveitou para tomar vacina, aferir pressão, glicemia e o estado nutricional. “Maravilhoso o evento. Facilita muito a vida do servidor. Se eu tivesse que ir ao posto de saúde ia acabar não tomando a vacina contra a gripe”, confessa.

Além da sede da Smece, as atividades da Semana Saúde na Escola estiveram na escola municipal Sebastiana Machado e na Fundação Municipal de Esportes. Ao todo, cerca de 400 pessoas foram atendidas.

O evento contou com a parceria da Vigilância Epidemiológica, do Centro de Controle de Zoonose (CCZ), dos Programas Municipais de Controle da Tuberculose, Controle da Hanseníase, além da parceria dos acadêmicos de Enfermagem e Nutrição da UniRedentor e UNESA.

Fonte: SupCom

COMENTE COM SEU FACEBOOK