O Programa Saúde na Escola (PSE) ampliou as vagas para adolescentes gestantes estudantes da rede municipal que queiram participar do projeto PSE & Rede Cegonha: Gravidez na Adolescência. A ficha de inscrição para que as diretoras das unidades escolares façam o cadastro das alunas gestantes pode ser acessada ao clicar aqui.

A partir de agosto, o projeto vai englobar mais 32 escolas, além das 10 já trabalhadas, para abranger mais alunas, como explica a coordenadora do PSE, Catia Mello. “Isso também vai facilitar o deslocamento em regiões mais próximas, já que o projeto promove uma série de atividades”, explicou.

O projeto foi elaborado pelas enfermeiras do PSE, Fernanda Conegundes e Valquíria Carvalho. A abordagem sobre o tema é feita através de vídeos, textos, dinâmicas, distribuição de material informativo, rodas de conversas e orientações sobre o Pré-Natal, Puerpério e Atenção Integral à Saúde da Criança. Estudantes de 12 aos 17 anos podem participar.

De acordo com o DataSUS, no município, durante o ano de 2015 o número de nascidos vivos de mães de faixa etária de 10 a 14 anos foi de 109 e os número de nascidos vivos de mães de faixa etária de 15 a 19 anos foi de 1.561. Na faixa etária de 30 a 35 anos, o número de nascidos vivos foi de 1.562. Os números similares entre as duas faixas etárias sugerem, portanto, que é grande o número de mães adolescentes.

Fonte: SupCom

COMENTE COM SEU FACEBOOK