O diretor do Hospital Geral de Guarus (HGG), Guilherme Ribeiro Rangel, e o subsecretário de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Marco Tâmega, estiveram reunidos nesta quinta-feira (11) para analisar o projeto de reforma da unidade. As obras vão acontecer com a verba de R$ 4 milhões adquirida no final de 2017 através de uma emenda parlamentar do deputado federal Paulo Feijó.

Este foi o primeiro encontro entre os representantes das pastas para discutir o assunto. A primeira ação foi visitar as instalações da unidade e verificar pela estrutura geral as reformas que precisam ser realizadas dentro do projeto.

—A partir dessa avaliação vamos acertar os pontos que precisam ser vistos mais detalhadamente nas próximas reuniões que faremos. Nosso objetivo é usar a verba dentro do que a lei estipula, de forma responsável para levar mais conforto aos nossos pacientes — explicou Guilherme.

Segundo o subsecretário de Obras, na próxima semana, haverá uma nova reunião na Caixa econômica Federal para avaliação das minutas do contrato. “Esta foi apenas a primeira visita, para analisarmos a estrutura geral do Hospital. Esta verba chegou em um momento muito importante porque o município atravessa uma grave crise financeira. Por isso estamos acelerando o processo na parte burocrática para que as reformas iniciem o mais rápido possível”, disse Marco Tâmega.

As equipes visitaram e analisaram áreas especificas do HGG como as emergências adulta e pediátrica, o Centro de Material Esterilizado (CME) e o Centro Cirúrgico.

Em dezembro, a Prefeitura de Campos inaugurou a nova Unidade de Pré-Hospitalar (UPH) de Travessão. A unidade, que atualmente tem uma média de 9 mil atendimentos por mês, funciona 24 horas e vai oferecer vários serviços especializados — entre emergenciais e ambulatoriais.

Fonte: SupCom

COMENTE COM SEU FACEBOOK