Uma equipe da Vigilância Epidemiológica, da secretaria municipal de Saúde (SMS), iniciou nesta segunda-feira (11) e segue até sexta-feira (15), das 9h às 16h, no box 68 do Mercado Municipal, com a vacinação contra gripe para o grupo prioritário, contra hepatite B, febre amarela e tríplice viral para adultos.

— Nosso objetivo é imunizar o maior número de pessoas contra essas doenças e o Mercado Municipal é um local por onde circula muita gente durante todo o dia. Temos um box da Saúde que está funcionando como um posto volante e nossa equipe aguarda a todos que ainda não se imunizaram – explicou a assessora chefe da Vigilância, Roberta Lastorina.

O assistente de limpeza do Mercado Elcimar Alves de Carvalho aproveitou a oportunidade e foi o primeiro a ser imunizado contra a gripe no box da SMS.

— Ainda não tinha tido tempo para tomar a vacina, mas essa oportunidade aqui no Mercado eu não podia perder. Quando soube da vacinação vim logo e chamei os amigos também. Agora estou mais tranquilo porque sei que já fiz a minha parte — disse.

O permissionário José Ribeiro, 75 anos, também aproveitou a equipe de saúde no local para se imunizar contra a gripe e ressaltou a importância da vacinação nos idosos.

— Estou muito feliz em ter conseguido me vacinar. Estava preocupado porque ainda não tinha conseguido tempo para ir a uma unidade, já que fico no trabalho o dia inteiro. É muito importante que nós idosos tomemos a vacina porque na nossa idade as doenças sempre se agravam — destacou.

Para se imunizar, a pessoa precisa levar um documento de identificação e o cartão de vacina. Na atual campanha contra a gripe devem se vacinar além dos indivíduos com 60 anos ou mais de idade, as crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos, as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os trabalhadores da saúde, os professores, os indígenas, os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

Fonte: SupCom

COMENTE COM SEU FACEBOOK